Alopecia Canina

Os cães também podem sofrer perda de pelo, patologia que se conhece como alopecia canina. Como verá certas raças sofrem uma maior predisposição a sofrer esta doença, embora as causas desta doença sejam várias e dependendo da causa, a evolução do cachorro pode ser diferente.

Fatores de risco da alopecia canina

Apesar de não se poder considerar uma causa direta deste problema, certas raças tem mais tendência a poder desenvolver um quadro de alopecia canina.

Trata-se sobretudo de raças nórdicas entre as que podemos destacar: Malamute do Alaska, Chow-chow, Lulu da Pomerania, Husky Siberiano e Poodle. Também todas aquelas raças mestiças procedentes das anteriores têm um maior risco de sofrer alopecia canina.

Hospital Veterinário São Pedro alopecia canina1

Outro dos fatores de risco para desenvolver esta doença é ser um cachorro macho não castrado, embora seja isso mesmo, apenas um fator de risco, uma vez que a alopecia canina também aparece em cães esterilizados.

Causas da alopecia canina

Vejamos agora quais são as causas da alopecia canina, tendo em conta que a melhor pessoa para determinar a causa exata é o veterinário:

  • Deficiência do hormônio de crescimento (GH)
  • Desequilíbrios nos hormônios sexuais
  • Alterações no ciclo de crescimento do pelo
  • Causas ambientais relacionadas com alergias
  • Estresse ou ansiedade
  • Vacinas (causam alopecia localizada na área de injeção)
  • Parasitas
  • Mudanças de estação
  • Lambidas repetidas (neste caso a alopecia aparece de forma lateral)
  • Alterações no folículo piloso

Hospital Veterinário São Pedro alopecia canina

O que fazer se o cachorro sofre de alopecia?

Hospital Veterinário São Pedro alopecia canina2

Primeiro deve saber que o mais normal é que a alopecia apareça em cachorros menores de 3 anos, embora em alguma ocasiões possa aparecer em cachorro de até 5 anos de idade.

Não é comum que a alopecia se apresente em cachorros mais velhos que esta idade. O sintoma principal da alopecia canina é a perda de pelo, com ou sem pigmentação. Isto quer dizer que as áreas da pele sem pelo podem sofrer um aumento de cor, parecendo-se com manchas.

Geralmente a alopecia canina é simétrica. Começa no pescoço, no rabo/cauda e na região do períneo e posteriormente acaba afetando o tronco. Se a alopecia acontece por lambidas excessivas aparecerá de forma lateral e mais localizada. Se suspeita que o seu cachorro começou a sofrer de alopecia canina, o melhor a fazer é recorrer ao veterinário especialista em dermatologia, ele realizará análises assim como diversas explorações que vão permitir estabelecer uma causa e um tratamento.

Fonte: Perito Animal

 

Quer saber mais sobre dermatologia veterinária? Clique aqui

Também pode interessar:

Sarna em Animais

Dermatologia Veterinária

Acupuntura Veterinária

Otite Canina

Verão Estação das Pulgas

Hipotireoidismo em cães: causas e sintomas

10 Dicas Importantes Sobre Vacinação

Conheça nossos Veterinários

 Curta nossa página no Facebook: Hovet Sao Pedro Facebook